Quais são os principais tipos de franquia e como escolher a ideal?

Tempo de leitura 6 min

Existem diversos tipos de franquia no mercado, nos mais variados nichos. Além dessa classificação por segmento de atuação, existem variações quanto ao modelo de franchising. Você já ouviu falar em franquia máster, microfranquia, franquia social, por exemplo? Pois bem, existem essas e muitas outras opções para quem se interessa em abrir seu próprio negócio dentro desse modelo.

O assunto é muito amplo e bastante interessante. Portanto, neste artigo, você vai descobrir tudo sobre o tema e ainda verificar quais as vantagens e as desvantagens de cada modelo. Vai perder essa oportunidade? Então, veja todo o artigo agora mesmo!

Quais os principais tipos de franquia existentes?

Essa pergunta é o ponto de partida para se analisar cada tipo de franquia. Logo acima, já demos uma breve introdução sobre o tema. Porém, é preciso conhecer mais a fundo sobre esse assunto para encontrar oportunidades e verificar qual a melhor franquia para o perfil de investidor. Veja, a seguir!

Microfranquias

Esse modelo anda bastante em voga no mercado devido a um grande atrativo: o baixo preço de instalação. As microfranquias são unidades menores e que podem ser operadas pelo próprio franqueado ou com a ajuda de poucos funcionários. Outra característica delas é a possibilidade de realizar os trabalhos na própria residência. Esse esquema é conhecido como home based.

Isso é um ponto muito importante, pois diminui consideravelmente os gastos fixos na implantação da franquia. O franqueado, muitas vezes, faz serviços de forma online ou prospecta clientes por telefone e mídias sociais. Exemplos de franqueadoras que já passaram a adotar esse modelo são as seguradoras, agências de marketing digital e escola de idiomas.

Esse tipo de franquia pode ser uma excelente oportunidade para empreendedores iniciantes e que estão procurando crescimento na carreira. É válido lembrar que, mesmo pelo porte menor da unidade, ela conta com o apoio do franqueador, reconhecimento da marca e treinamentos da matriz. Além disso, são regidas pela Lei de Franquias n. 8.955/94.

Franquia unitária

Esse é um dos modelos mais comuns e refere-se à cessão dos direitos de exclusividade para que o franqueado atue em uma determinada área. É muito comum de serem encontradas em shopping centers e outros centros de consumo. Isso ocorre pelo fato de que o franqueado pode abrir novas unidades no mesmo local e explorar diferentes pontos comerciais.

Franquia máster

Quando uma empresa decide expandir para um outro país, é comum que ela passe a contar com um franqueado máster. Você sabe qual é a função dele? O franqueado máster é responsável por implantar novas unidades e até mesmo terceirizar a instalação de novas franquias, por meio de parceiros locais.

Ou seja, funciona como uma parceria de negócios, em que a matriz encontra um subfranqueador para estar mais próximo à realidade local. Esse é um fato de grande destaque, pois um país como o Brasil conta com extensa dimensão geográfica e muitas legislações regionais. Isso revela a atuação importante do máster franqueado para garantir um sucesso na empreitada.

Franquia de desenvolvimento de área

Como o próprio nome diz, na franquia de desenvolvimento de área, há um direcionamento para a exploração de uma determinada área. Isso tem como objetivo garantir um crescimento local da marca. Desse modo, há a possibilidade de abrir mais de uma unidade na mesma localidade, a fim de explorar praças diferentes.

Um outro detalhe interessante desse tipo de franquia é o fato de o responsável pelo desenvolvimento de área vender as franquias na região de sua responsabilidade, assim como ocorre no máster franqueado. Com isso, ele recebe royalties e participações nas taxas que são repassadas à matriz. Esse processo pode resultar em uma nova fonte de lucro muito interessante para a operação.

Franquia combinada

Nesse tipo de franquia, há a exploração de um mesmo ponto comercial por várias franquias diferentes. O objetivo central aqui é oferecer produtos e/ou serviços que sejam complementares entre si. Um exemplo desse modelo é um ponto comercial com lavanderia, sapataria e reparo de peças.

Ou seja, um mesmo cliente pode ir ao estabelecimento e lavar as suas roupas, enquanto tem acesso a um serviço de sapataria e de ajuste de peças do seu vestuário. Nesses casos, é preciso que as várias empresas franqueadoras concordem com o modelo de negócios, de forma contratual.

Franquia shop in shop

Na mesma lógica de diferentes franquias em um mesmo espaço comercial, existe a opção do shop in shop. Entretanto, nesses casos, o empresário já tem o seu negócio próprio constituído e decide adicionar uma nova marca para o seu leque de atuação. Dessa forma, ele pode atender novos clientes ou oferecer soluções complementares para quem ele já atende.

Uma outra vantagem da franquia shop in shop é o fato de não ser necessária a abertura de um novo ponto comercial, além de sinergias que podem ser feitas com a empresa já estabelecida. Tudo isso gera um impacto muito grande no final do mês, o que pode aumentar consideravelmente os lucros do empreendedor.

É fundamental que ele leia com atenção a Circular de Oferta (COF) da franqueadora e entre em contato para verificar a possibilidade de adotar esse tipo de franquia. Uma boa gestão pode ampliar as receitas e fazer com que o negócio prospere no competitivo mercado nacional.

Como escolher a franquia ideal?

Depois de conhecer os mais variados tipos de franquia, chega a hora de definir o melhor modelo para o seu perfil. Alguns pontos precisam ser levados em conta na sua análise. Em primeiro lugar, o respaldo e as referências da franqueadora no mercado são fatores imprescindíveis. Além disso, sua capacidade de investimento e o capital para o fluxo de caixa também são muito importantes.

Analisar os gastos fixos com funcionários, aluguel e máquinas também não pode ficar de fora da conta. Por fim, é preciso verificar a sua afinidade com a área de atuação, já que isso pode tornar uma franquia mais atrativa ou não ao seu perfil. Por isso, procure atuar em áreas nas quais já tem experiência e conhecimento.

Ao longo do artigo, foi possível conhecer como existem diversos tipos de franquia e modelos dos mais variados níveis. Analise, pesquise e defina qual a melhor opção para o seu bolso e vá em frente para transformar seus sonhos empreendedores em realidade.

Gostou do nosso texto sobre os tipos de franquia? Então, não se esqueça de assinar a nossa newsletter!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up