Entenda como a reposição hormonal feminina influencia a qualidade de vida

Tempo de leitura 5 min

Diversas mudanças acometem o corpo feminino com o passar do tempo. As mulheres começam a perceber que alguns sintomas interferem na vida cotidiana, por isso, convém saber o que é a reposição hormonal feminina e quais os seus benefícios. 

A presença de certos desconfortos faz com que elas optem por esse tratamento, mas é interessante estar ciente de como ele funciona. Primeiramente, é importante conhecer a diversidade de terapias hormonais, pois isso é o princípio para tomar a iniciativa de consultar um médico especialista no assunto e ter uma excelente qualidade de vida.

Quer saber com profundidade sobre a terapia que muitas mulheres buscam para ter uma vida saudável no período da menopausa? Então, continue lendo este artigo!

Compreenda o que é a reposição hormonal feminina

Trata-se da terapia responsável por repor hormônios que antes eram produzidos naturalmente pelo organismo, como o estrogênio e a progesterona. A partir dos 45 anos, aproximadamente, o corpo feminino inicia um processo de transição hormonal, conhecido como climatério, e se estende até a menopausa, que vai até, mais ou menos, os 65 anos.

É nesse período que iniciam os transtornos que causam muitos desconfortos à maioria das mulheres, uma vez que, após o climatério vem a menopausa, que é a perda espontânea dos hormônios, essas substâncias são características femininas e proporcionam equilíbrio no ciclo menstrual e em várias funções do corpo.

Descubra o que a terapia hormonal feminina faz no corpo

Os hormônios sintetizados em laboratórios têm a mesma composição química que o produzido naturalmente, por isso, a reposição hormonal age da mesma forma ao ser administrada no corpo. Eles têm efeito curativo e preventivo, minimizando os sintomas da menopausa e prevenindo o corpo de possíveis males, que podem ocorrer por motivo da ausência hormonal.

Veja os principais motivos para a escolha desse tratamento

A falta dos hormônios provocada pela menopausa traz alterações no corpo feminino, o que mexe na autoestima, como o processo de envelhecimento, pois a pele vai perdendo o colágeno e a elastina, que são substâncias que dão sustento a ela, e a musculatura fica fragilizada. 

Além disso, os contornos do corpo também sofrem alterações, ou seja, a medida abdominal e o ganho de peso. Ainda, a queda de cabelo, o enfraquecimento das unhas e a pele ressecada são fatores que importunam.

Observe como a terapia funciona

A perda hormonal na época da menopausa causa diversos danos no estilo de vida de algumas mulheres. É nesse período que surgem os sintomas, porém, nem todas apresentam essa carência. A reposição é indicada para mulheres que sofrem com as consequências, de moderadas a intensas, da ausência dessas substâncias.

A indicação é proporcional à necessidade de cada mulher. O médico ginecologista faz a prescrição do estrogênio e da progesterona ou outros hormônios, caso haja realmente insuficiência. O consumo pode ser feito de forma injetável, gel, adesivos que são colocados na pele e comprimidos.

Analise os tipos de reposição hormonal

A ausência dos hormônios estrogênio e progesterona é o que mais interfere quando a menopausa chega. Para resolver esse incômodo, existem vários tipos de reposição hormonal:

  • com estrogênio e progesterona: esse tratamento é utilizado, sobretudo, nas mulheres que ainda têm o útero. As medicações vêm com progesterona natural ou podem ser administradas uma combinação de progesterona sintética e estrogênio;
  • apenas com estrogênio: o hormônio, nesse caso, é indicado para mulheres que tenham retirado o útero. Essa medicação tem apenas estrogênio, como mestranol, estrona e estradiol. Atualmente, comenta-se muito sobre a reposição do estradiol, que é o próprio estrogênio, idêntico ao que o ovário produz durante todo o tempo de reprodução;
  • natural: as adversidades hormonais podem ser resolvidas ao se consumir alimentos que tenham fitoestrogênio, por exemplo, soja, linhaça, amora, produtos homeopáticos, além de exercícios físicos regulares etc.

Contemple os benefícios da reposição hormonal

A reposição hormonal feminina é grande aliada das mulheres que sofrem no período da menopausa. Veja as vantagens em realizá-la:

  • diminui o fogacho, que são as ondas de calor que perturbam durante o dia;
  • alivia os picos de suores noturnos;
  • proporciona a qualidade do sono, resolvendo a insônia;
  • age de forma preventiva, evitando a perda óssea que leva à osteoporose;
  • ameniza a irritabilidade;
  • previne a depressão;
  • retarda o envelhecimento;
  • melhora o desempenho sexual, uma vez que a lubrificação da vagina diminui as dores durante as relações;
  • diminui as chances de infecção urinária.

Aprenda qual a importância de consultar um médico especialista

A terapia hormonal deve ser acompanhada por um especialista na área, ou seja, o médico ginecologista. Para que o tratamento aconteça, é necessário que o profissional esteja ciente de como estão as taxas hormonais, pois não existe uma receita pronta para esta situação.

É por meio do resultado dos exames laboratoriais que se estabelece a dosagem, a maneira de administrar e o tempo de uso dessa terapia. A avaliação deve ser realizada, pelo menos, uma vez ao ano para verificar se há necessidade de modificar a medicação para manter a qualidade de vida.

Entenda a influência da reposição hormonal na qualidade de vida

O tratamento feito com a terapia hormonal causa um impacto muito promissor na vida da mulher que toma essa decisão. Ao ser medicada, ela passa a ter um novo estilo de vida:

  • eleva a autoestima;
  • sorri mais por sentir bem-estar;
  • tem mais disposição para fazer atividades do seu cotidiano e exercícios físicos;
  • potencializa o desejo sexual;
  • melhora o sistema nervoso central, ativando a memória, por exemplo;
  • intensifica outras perspectivas de vida.

Reconhecer a necessidade de fazer a reposição hormonal feminina no momento propício é determinante para ter uma vida com menos desconfortos causados pelas perdas dos hormônios fabricados pelo corpo. Essa terapia pode devolver à mulher um modo de vida salutar e ajudá-la a sentir satisfação com o próprio corpo, garantindo uma vida dinâmica, vigorosa e cheia de qualidade em seu meio social.

Então, o conteúdo foi útil? Gostaria de saber mais sobre o tema? Posso enviar mais informações desse assunto e outros similares, o que acha? Assine nossa newsletter para receber novos artigos.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up