Saúde da Mulher

Pele oleosa? Descubra as 5 causas!

janeiro 15, 2019
Tempo de leitura 3 min

Se você sofre com o excesso de oleosidade, principalmente na região da testa, do queixo e nariz (zona T), saiba que não está sozinho! Afinal, a pele oleosa é a mais comum, afetando cerca de 90% das mulheres jovens.

Ela é caracterizada por uma maior produção de sebo pelas glândulas sebáceas, facilitando o surgimento de cravos e espinhas. Trata-se de algo natural, mas que pode ser agravado por alguns maus hábitos.

Mesmo quem tem uma pele normal pode desenvolver mais oleosidade sem os devidos cuidados. Por isso, neste post, apresentamos 5 causas para a pele oleosa. Continue a leitura e saiba como resolver ou amenizar o problema. 

1. Desequilíbrio hormonal

Se você é mulher, é provável que já tenha percebido o aumento na oleosidade antes ou durante o período menstrual. Isso acontece porque há uma variação maior na quantidade de hormônios nessa época.

Em alguns casos, essa oscilação pode acontecer mesmo em outros períodos do mês, devido a um problema de saúde ou desequilíbrio hormonal. Dessa forma, é bom procurar um médico para identificar as causas e tratar o problema de maneira adequada.

2. Água muito quente

No entanto, às vezes, a causa para a pele oleosa pode ser mais simples do que se imagina. A água do banho muito quente remove a oleosidade natural, exigindo uma reposição das glândulas sebáceas que atuam em excesso para proteger a pele. Isso se torna ainda mais grave quando a pele é lavada demais.

Portanto, o melhor é tomar banho morno ou frio, usando pouco sabonete para não remover a oleosidade natural da pele. Também não se deve lavar o rosto várias vezes ao dia.

3. Má alimentação

A pele precisa de diversos nutrientes, como vitaminas e antioxidantes para ficar bonita e saudável. E eles são adquiridos por meio de uma alimentação balanceada, rica em frutas, verduras e legumes.

Por outro lado, o excesso de sal, gordura e açúcar pode elevar a produção de sebo, deixando a pele oleosa. Ou seja, é melhor evitar esses alimentos, dando preferência aos mais saudáveis.

4. Excesso de exposição solar

As glândulas sebáceas também aumentam sua atividade para proteger do calor do sol e evitar o envelhecimento. Assim, quanto maior a exposição, mais a pele fica oleosa, principalmente nos dias quentes do verão.

Para proteger a pele, é fundamental usar filtro ou bloqueador solar, de preferência, com fator de proteção solar (FPS) acima de 30. Além disso, os livres de óleo (oil free) são mais recomendados, por deixarem a pele mais seca.

5. Uso de produtos inadequados

Outro causa para a pele oleosa é a utilização de produtos inadequados ao tipo dela. Com o tempo, esse mau hábito até meio inocente pode ser bem prejudicial, uma vez que pode-se demorar muito tempo para perceber os efeitos negativos. Da mesma forma, o excesso de produto pode obstruir os poros, provocando cravos e espinhas.

Por isso, é muito importante usar produtos – sabonete, hidratante, gel de limpeza etc. adequados ao seu tipo de pele, seja ela oleosa, mista, normal ou seca. Também é necessário remover bem a maquiagem todos os dias antes de dormir.

O fato é que a pele oleosa precisa mesmo de alguns cuidados específicos. Portanto, procure um dermatologista para recomendar os produtos mais adequados e adote uma rotina de hábitos saudáveis.

Gostou de saber o que deixa a pele oleosa? Então compartilhe o post nas redes sociais, para que mais pessoas possam conhecer essas dicas de cuidados com a pele!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up