Franquia ou consultório próprio: qual a opção escolher?

Tempo de leitura 6 min

Se você pretende investir no mercado da saúde, já deve ter passado pelo seguinte dilema: abrir uma franquia ou consultório próprio? Inaugurar um negócio no ramo, em meio a tanta concorrência, requer planejamento, e tomar essa decisão é um dos pontos cruciais para que você seja bem-sucedido. 

Para isso, é necessário conhecer os prós e os contras de cada modelo e entender que tipo de empreendimento se adequa melhor aos seus objetivos e ao seu perfil de investidor. 

Com o objetivo de facilitar a decisão, criamos este texto que pretende iluminar o seu processo de escolha. Continue a leitura e conheça as principais caraterísticas que você deve analisar antes de bater o martelo!  

Vantagens de abrir uma franquia 

Marca consolidada no mercado 

Talvez a maior vantagem de abrir uma franquia seja fazer parte de uma marca já conhecida no mercado. Afinal, construir a credibilidade de uma empresa do zero é um processo lento e trabalhoso. A franquia oferece a oportunidade de embarcar em um negócio de boa reputação, o que dá mais segurança ao investimento feito por você. 

Claro que é necessário pesquisar a fundo para se juntar a uma franquia que tenha boa imagem e possa oferecer vantagens aos seus clientes. Aliás, agregando-se a uma franquia, não será difícil estabelecer uma clientela fiel e extensa.  

Divulgação constante 

Fazer propaganda do seu consultório é essencial para que ele atinja um grande número de potenciais clientes e prospere. Isso custa caro e necessita de expertise para que a divulgação seja realizada da maneira mais adequada, fazendo com que a conversão seja a maior possível. 

Nas franquias, uma vantagem é que parte do valor faturado já é destinado às campanhas de marketing, captação de clientes e branding, que são realizadas com frequência. Assim, você não precisa se preocupar com publicidade ou gastar nada mais com isso. 

Mais segurança

De acordo com uma pesquisa da Rizzo Franchise, apenas 3% das franquias não sobrevivem ao primeiro ano de atuação e fecham as portas. Enquanto isso, considerando o mesmo período, 23% das pequenas empresas abertas quebram. Sendo assim, investir em uma franquia oferece mais segurança ao investidor. 

Afinal, você estará apostando em um modelo de negócios que já foi testado tanto pelo franqueador quanto pelos outros franqueados. Todo o know-how da marca estará ao seu favor, tornando maiores as chances de resultados positivos. 

Facilidade na administração

Quanto à gestão da sua franquia, você não terá muitas dificuldades. Afinal, as franqueadoras cuidam da administração, das finanças e do marketing de todas as unidades. Assim, é possível focar no seu trabalho sem se preocupar com o gerenciamento do negócio ou contratar um profissional específico para exercer essa função.

Além desses benefícios, você também receberá consultoria sobre o lugar em que pretende instalar seu consultório e sobre como treinar os funcionários. Também terá acesso a um cadastro extenso de fornecedores que estarão dispostos a oferecer uma série de vantagens, como descontos por quantidade solicitada de material e prazos mais flexíveis de pagamento. 

Desvantagens de abrir uma franquia

Alto investimento

Além do valor inicial necessário para que você ingresse na franquia e possa usar o nome da marca agregado a todos os benefícios (gestão feita pela franquia, marketing unificado etc), também será preciso pagar uma porcentagem mensal de royalties, que normalmente varia entre 5% a 10% dos lucros mensais.

Pode parecer desvantajoso, mas é importante ter em mente que, ao associar-se a uma marca já conhecida pelo público, você desfruta de sua estrutura consolidada e de sua reputação, aumentando as chances de faturamento mensal. Além disso, o valor gasto mensalmente com a franqueadora provavelmente seria destinado a questões como marketing e gestão, serviços que já são assegurados pela marca.  

Menor flexibilidade

Ao ingressar em uma rede, o investidor vai precisar se adequar aos processos e regras propostas pela franqueadora. Mesmo que a relação entre os dois lados seja a melhor possível, o franqueado precisa ter em mente que haverá controle constantes sobre as operações realizadas pelo consultório. Afinal, a empresa tem um padrão a zelar. 

Vantagens de abrir um consultório próprio

Autonomia na gestão

Para quem está em dúvida se é melhor abrir uma franquia ou consultório próprio, é importante saber que, na segunda opção, você terá alto grau de autonomia em todas as etapas do processo. O investidor poderá decidir sobre o posicionamento da marca, a gestão do negócio, entre outros aspectos. 

Claro que tudo isso vai dar muito mais trabalho e, para continuar a ser um aspecto vantajoso, é essencial buscar qualificação para não cometer equívocos na hora de abrir seu consultório. Lembre-se de que autonomia requer responsabilidade e constante capacitação. 

Atendimento personalizado 

Abrindo seu próprio negócio, você pode definir os horários de funcionamento e ter mais flexibilidade no seu dia a dia. Caso precise trabalhar na franquia e também cuidar da parte administrativa, o tempo voltado para cada tarefa será definido somente por você. Além disso, também há mais liberdade para se adaptar às demandas dos clientes: você não precisa de autorização para implementar novidades. 

Desvantagens de abrir um consultório próprio

Maior risco

Como já dissemos anteriormente, a chance de um negócio próprio fracassar é maior do que a de uma franquia. Uma em cada quatro novas empresas no Brasil vão à falência antes de completar dois anos. Portanto, é preciso se esforçar bastante para não fazer parte dessa estatística. 

Você não terá suporte de uma franqueadora para lidar com os aspectos burocráticos e financeiro. Funções como pagar impostos e fazer a gestão do marketing, por exemplo, serão suas. Portanto, esteja ciente que a responsabilidade pelo sucesso do negócio é só seu. 

Negócio impopular no mercado

Ao abrir uma empresa sua, é necessário ter em mente que a sua marca será uma novata entre muitas outras já consolidadas e que os clientes, provavelmente, vão preferir apostar em um serviço que já tem uma credibilidade construída. Para desbravar o mercado e ir construindo sua cartela de clientes fiéis, será necessário um pesado investimento inicial em marketing. 

Agora que você já conhece as vantagens e desvantagens de abrir uma franquia ou consultório próprio, ficou mais fácil tomar sua decisão? Se a escolha for pelo primeiro tipo de empreendimento, a boa notícia é que esse modelo está em expansão no Brasil e alcançou crescimento de 8% entre 2016 e 2017.  

Se você tem interesse em conhecer mais sobre franquias e investir nesse tipo de negócio, entre em contato conosco! Teremos o maior prazer em conversar com você. 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up