Franqueador e franqueado: entenda como desenvolver uma boa relação

Tempo de leitura 6 min

Uma franquia é a disponibilização do modelo de gestão, marketing e negócio de uma empresa com autorização para outra instituição gêmea. Sendo assim, diferentemente das companhias tradicionais, em que há somente o dono ou sócios no comando, existem franqueador e franqueado na gestão da unidade.

Por conta disso, é necessário que ambas as partes desenvolvam uma boa relação para que a empresa flua e tenha um bom funcionamento. Porém, você sabe como promover esse contato?

Desenvolvemos este post para mostrar algumas práticas fundamentais para uma boa relação entre franqueador e franqueado, bem como os cuidados que precisam ser tomados. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

Quais são as melhores práticas para desenvolver um bom relacionamento?

Uma boa relação entre franqueador e franqueado é muito importante para manter o negócio funcionando e gerando lucro. Para que isso aconteça, existem algumas práticas que podem ajudar. Abaixo listamos alguns exemplos.

Manter a transparência na comunicação

Como uma loja franqueada é derivada de outra e existe uma cadeia de franquias, os modelos de gestão, marketing e logística são baseados em um mesmo sistema. Por isso, a transparência na comunicação é extremamente importante. É nesse momento que ambas as partes, franqueado e franqueador, podem repassar informações, tirar dúvidas e conversar sobre estratégias e custos, bem como sobre o que está ou não funcionando na franquia.

A clareza no diálogo é essencial para que as duas partes estejam em acordo e para que o negócio dê certo. De nada adianta o franqueado estar infeliz com alguma situação e não informar ao franqueador — e vice-versa. Manter sempre o canal de comunicação aberto é essencial para que tudo saia como o esperado. Além disso, lembre-se de que zelar pelas boas maneiras e respeito são essenciais nesse modelo de negócio.

Formalizar um contrato

Ao abrir uma franquia, são assinados diversos contratos para cada ponto e deveres do negócio. No entanto, isso não significa que depois de aberta outros contratos não serão assinados. Sempre que houver uma nova questão apresentada ou que vai entrar na franquia, o ideal é formalizar um contrato para não ter problema depois.

Sabemos que a confiança deve vir em primeiro lugar, mas nem sempre isso acontece. Para não ficar no prejuízo, o contrato pode ser a melhor opção. Não é necessário criar conflitos nem nada do tipo para que isso aconteça: basta ir atrás dos detalhes do contrato assim que tudo for resolvido.

Lembre-se de que o franqueado não trabalha sozinho. É necessário que todos os lados atuem juntos e estejam de acordo para que tudo saia do papel. Além disso, o cumprimento dos deveres pré-estabelecidos no momento da assinatura do contrato é essencial. Ao perceber que alguma parte não está cumprindo suas obrigações, não há nada de errado em cobrar, contanto que não desrespeite o próximo.

Quais cuidados devem ser tomados?

Sabendo quais são as melhores práticas para manter uma boa relação, existem também alguns cuidados para que isso aconteça. Manter um diálogo com frequência e escolher os melhores canais de comunicação são os principais. A seguir, vamos explicar um pouco mais sobre cada um.

Comunicar com frequência

É uma prática muito comum juntar informações para repassar tudo de uma vez a fim de evitar incômodos. Porém, em um negócio, tudo deve ser repassado e conversado com maior frequência para que seja resolvido rapidamente. Por isso, ao esperar muito tempo para comunicar sobre determinado assunto, aquilo pode virar um problema grande. Sempre que for necessário, resolva de maneira rápida.

Outro ponto importante é sempre anotar tudo o que deve ser conversado ou comunicado para não esquecer. Tenha sempre um bloquinho ou agenda em mãos e escreva tudo que achar relevante para ser resolvido posteriormente.

Cuidar para que os canais de comunicação sejam eficientes

Existem diversos canais de comunicação que podem ser usados para manter uma boa relação. Contudo, é sempre importante verificar se eles são realmente eficientes ou se só atrapalham. Por isso, o ideal é escolher dois como os principais. Opte por aqueles que tanto franqueado quanto franqueador consigam se comunicar de forma simples, rápida e sem erros de entendimento.

Dois exemplos importantes são: o telefone e aplicativos de conversa. O app é uma ótima opção para o dia a dia para conversar sobre informações menos relevantes e mais simples de serem resolvidas. Já o telefone funciona melhor para conversas mais complexas que necessitam de mais atenção.

Outra opção são os chats para tirar dúvidas dos franqueados. Eles também foram criados na intenção de melhorar a comunicação e manter uma boa relação entre ambas as partes.

Qual o limite de cada parte nessa relação?

Apesar de a boa relação ser mais que necessária, é importante ter em mente que existe um limite nessa relação tanto para o franqueado quanto para o franqueador. Ambas as partes têm deveres e responsabilidades que foram pré-estabelecidos no momento da assinatura do contrato. Sendo assim, cada um deve ser visto como uma parte individual que tem diferentes obrigações para cumprir.

Ao abrir uma unidade de franquia, o franqueador cede os direitos de uma empresa para outra igual, mas não tem como supervisionar cada detalhe do negócio. Por isso, a comunicação é tão importante para uma boa relação. É dever do franqueado informar ao franqueador todo e qualquer problema que surgir em relação à gestão e manutenção da franquia.

É importante saber também os direitos e deveres de cada parte no momento da assinatura do contrato para que posteriormente não haja nenhum mal-entendido.

Como deu para perceber, uma franquia tem dois lados e, para que tudo funcione bem e o negócio dê certo, é necessário que haja uma boa relação entre franqueador e franqueado. É a partir da comunicação que os problemas e empecilhos podem ser resolvidos, servindo de base para alterações futuras com o objetivo de atender a cada franquia.

E aí, entendeu a importância de desenvolver essa relação? As informações foram úteis para você? Então, aproveite e entre em contato conosco a fim de saber mais sobre como funcionam os modelos de franquia.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up