Saúde da Mulher

Exames para mulheres: quais os principais em cada etapa da vida?

agosto 28, 2018
Tempo de leitura 6 min

Puberdade, primeira menstruação, gravidez, menopausa. O corpo da mulher passa por muitas transformações ao longo da vida e é preciso ter bastante atenção para cada uma delas. Além de manter uma vida saudável, ter uma dieta balanceada, praticar exercícios físicos e dormir bem, há alguns exames para mulheres que devem ser feitos periodicamente.

São esses procedimentos específicos que podem nos auxiliar a prevenir doenças ou descobrir algum problema que possa estar interferindo na nossa saúde. Contudo, na maioria das vezes, não nos lembramos ou não sabemos quais são eles, para que são indicados e por que são tão importantes.

Pensando nisso, resolvemos criar este post com os principais exames para mulheres em cada etapa da vida. Confira.

0 aos 20 anos

Logo ao nascer, testes como do olhinho ou do pezinho são essenciais para acompanhar o crescimento e desenvolvimento da criança. A partir disso, outros exames recorrentes devem ser realizados.

Exames comuns e de check-up — sangue, urina e fezes — podem e devem ser feitos anualmente. Além disso, é comum que algumas meninas precisem ser encaminhadas ao ginecologista devido a problemas com corrimento vaginal, entre outros quadros de alergias. Desse modo, podem ser acrescentadas mais algumas análises nessa lista.

Outro ponto que deve ser destacado é que atualmente o Ministério da Saúde recomenda que crianças a partir dos 9 anos tomem a vacina contra HPV (Papilomavírus humano). Essa imunização previne a infecção, uma das principais causas do câncer de colo de útero.

Durante a puberdade, o corpo da mulher sofre mudanças que precisam de atenção. Para isso, é indicado que, após a primeira menstruação (menarca), sejam realizadas visitas anuais ao ginecologista. Nessas consultas, é comum que aconteça o exame de papanicolau, que auxilia no acompanhamento de doenças.

Dos 20 aos 30 anos

Nessa fase, a mulher está no auge da vida sexual e reprodutiva e, por conta disso, algumas precauções devem ser tomadas. Dessa maneira, recomenda-se a realização de exames de sangue e papanicolau, além de rotineiramente, algumas análises para acompanhar doenças sexualmente transmissíveis.

Quando o papanicolau aponta alguma coisa anormal, entram mais alguns procedimentos médicos, como colposcopia e vulvoscopia, para que possa ser feito um exame mais profundo e detalhado do problema. Nesse momento da vida, a mamografia não é considerada de rotina a não ser que o ginecologista ache necessário.

Gestante

Durante a gravidez, algumas avaliações médicas são essenciais para saúde da mãe e do bebê. Devem ser realizadas análises de sangue para que possa prevenir a mulher de doenças, como anemia e diabetes. Papanicolau e testes hormonais são outros exemplos de exames para mulheres importantes para evitar problemas que possam surgir durante a gestação.

Nesse período, é efetuado o pré-natal, no qual são assegurados os cuidados com a gestante e a criança. Dentre eles, estão todas as análises necessárias para manter os dois saudáveis, como ultrassom e exame pélvico.

Alguns exames podem ser necessários para evitar possíveis complicações e salvar o bebê, como o de tipo sanguíneo e fator RH. A partir dessa análise, o médico vai descobrir se a grávida precisará tomar algum medicamento. Caso a gestante for soropositiva, deverá ser realizado um teste para saber se o filho também possui a doença ou não.

Dos 30 aos 40 anos

Nessa idade, é recomendado que alguns cuidados com a saúde comecem a ser mais frequentes. É a partir desse período que nosso corpo começa a diminuir a produção de algumas vitaminas e nutrientes importantes. Por isso, fazer acompanhamento por meio de exames pode ser fundamental na prevenção de doenças.

A partir desse momento, exames de check-up podem se tornar mais rotineiros em vez de apenas uma vez ao ano. Além disso, eles devem ser acompanhados de análises hormonais e de prevenção, como dos níveis de cálcio, ômega 3 e colágeno no organismo.

Para algumas mulheres, os exames de mamografia começam nessa época, especialmente se existir casos de câncer de mama na família. Outro acompanhamento que se inicia é o da região pélvica, especialmente por conta da endometriose, uma das principais causas da infertilidade em mulheres.

Dos 40 aos 50 anos

Essa é a média de idade recomendada para que comece o exame anual de mamografia como prevenção ao câncer de mama. É indicado que sejam feitas também análises para acompanhar a dosagem hormonal.

Durante a menopausa, que tem início entre os 45 e 55 anos, a quantidade de hormônios, como progesterona e estrogênio, diminui. A partir disso, a avaliação da dosagem de hormônios no corpo feminino ajuda a saber se a mulher precisará ou não de uma suplementação.

Da mesma maneira que nessa fase o acompanhamento ginecológico é importante, o coração também precisa de atenção. Nessa idade, é indicado que as mulheres façam exames cardíacos — essa análise pode começar mais cedo caso haja histórico de doenças na família — para a prevenção de doenças, como hipertensão e doença coronária.

Dos 50 anos em diante

Essa fase da vida é muito conhecida como os “anos de ouro” ou a “melhor idade”, mas isso não quer dizer que os cuidados com a saúde devem estar em segundo plano. Muito pelo contrário, é nesse momento que os cuidados devem ser redobrados. Por conta disso, exames de sangue, saúde íntima e coração devem ser cada vez mais rotineiros.

Após a menopausa, o corpo tende a perder massa óssea, por isso deve ser realizado o exame de densidade óssea para prevenir doenças, como osteoporose. Avaliação oftalmológica e acompanhamento de pressão são mais alguns cuidados que devem ser seguidos nesse momento da vida. Além disso, recomenda-se que a partir dos 65 anos seja realizada a vacinação anual contra a gripe e, conforme prescrição médica, contra pneumonia.

Durante toda a vida, alguns exames devem ser rotineiros, como o de sangue (hemograma, glicose, triglicérides), urina, fezes e ginecológicos caso haja algum caso de doença hereditária na família. Se você optar por fazer um acompanhamento anual, procure um especialista para que ele possa lhe ajudar a definir o que for necessário.

E aí, gostou de conhecer os principais exames para mulheres em cada etapa da vida? Acha que está precisando fazer algum? Entre em contato conosco para que possamos lhe ajudar a cuidar da sua saúde.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up