Consulta com urologista: saiba o que é mito e o que é verdade

Tempo de leitura 6 min

Muitas pessoas têm receio de ir a consultas médicas por diversos motivos, algo que pode comprometer a saúde e trazer consequências ruins para o organismo. O que acontece é que, em grande parte das vezes, esse receio está relacionado a crenças populares que trazem apreensão, mas que não são verdadeiras.

Um bom exemplo disso é o que os homens pensam em relação à consulta com urologista. Muitos têm medo e adiam esse momento ao máximo, o que traz riscos para a saúde.

Para que você tire as suas dúvidas sobre o assunto, elaboramos este texto com os mitos e verdades da consulta com urologista. Confira!

O que faz o urologista?

Muitos acreditam que a urologia seja uma especialidade médica destinada a atender somente homens, mas isso é um mito. A verdade é que o médico urologista tem sua formação voltada para o cuidado do sistema urinário de mulheres e homens, e para o cuidado do sistema reprodutor masculino.

Dessa forma, o urologista é o profissional que trata dos seguintes órgãos: rins, bexiga, ureter, uretra, testículos, pênis, próstata e epidídimo. Assim, as perguntas feitas pelo médico durante a consulta terão relação com:

  • vida sexual;
  • hábitos urinários;
  • dores e desconfortos relacionados ao sistema urinário ou sistema reprodutor;
  • hábitos alimentares e rotinas;
  • uso de drogas e medicamentos;
  • outras comorbidades.

O especialista pode atender em ambulatório, acompanhar pacientes internados, realizar cirurgias e exames diagnósticos. Para se tornar especialista na área, o médico precisa fazer a residência de cirurgia geral, de dois anos, e depois a residência de urologia, com duração de três anos.

Quando o homem deve se consultar com um urologista?

Infelizmente, grande parte dos homens é negligente com a saúde e não faz acompanhamento regular com um médico especialista. O mito relacionado a esse fato é de que o homem só deve procurar o urologista quando apresenta algum problema ou quando atinge a idade indicada para a realização do exame de toque retal.

A verdade é que o urologista deve acompanhar o homem por toda a sua vida, assim como o ginecologista acompanha a saúde da mulher em todas as idades.

O ideal é que as consultas se iniciem durante a pré-adolescência, fase na qual o médico avalia o desenvolvimento dos órgãos reprodutores masculinos. Durante a fase adulta, as consultas têm o objetivo de fazer um acompanhamento geral de saúde, realizar exames preventivos e prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

A partir dos 40 anos, a consulta se torna ainda mais importante, pois é após essa faixa etária que acontece a maioria dos casos de câncer de próstata. Além disso, o homem deve buscar uma consulta com urologista se apresentar algum dos problemas a seguir:

  • disfunção erétil;
  • problemas na fertilidade;
  • sintomas urinários (dor ao urinar, ardência, incontinência);
  • cálculos renais;
  • sinais de doenças sexualmente transmissíveis;
  • qualquer desconforto relacionado aos órgãos do sistema reprodutor.

Como é feito o exame de toque?

O exame de toque retal é realizado pelo urologista para a detecção de alterações na próstata, como algum cisto ou caroço e sua consistência, com o intuito de diagnosticar precocemente o câncer de próstata. Quanto mais cedo o problema for detectado, maiores serão as chances de sucesso no tratamento.

Para realizá-lo, o médico introduz o dedo indicador, com luva e lubrificante, no ânus do paciente para sentir a porção final do intestino grosso.

O exame de toque é a parte da consulta com urologista mais temida entre os homens e, normalmente, é o que os fazem adiar a consulta. Os principais mitos em relação ao exame são:

  • o homem sente dor durante o toque retal: mito! O exame traz algum desconforto, mas é rápido e indolor;
  • o homem precisa ficar em posição ginecológica durante o exame: mito! Existem posições alternativas para a realização do exame, como colocar o paciente deitado de lado;
  • outros exames podem substituir o exame de toque: mito! Os exames de imagem da próstata e o exame de sangue PSA não substituem o exame de toque para a detecção de tumores de próstata, principalmente os menores.

As verdades em relação ao exame que precisam ser de conhecimento dos pacientes são:

  • todo homem precisa fazer o exame de toque anualmente a partir dos 45 anos (caso haja casos de câncer de próstata na família, o exame precisa ser realizado a partir dos 40 anos);
  • o exame precisa ser realizado anualmente mesmo que não haja indícios de câncer;
  • o exame de toque detecta outros problemas na próstata e região, além do câncer (hiperplasia benigna da próstata, inflamações na região, doenças no canal retal);
  • o exame levanta a suspeita da doença, mas o câncer de próstata só pode ser confirmado após a realização de uma biópsia;
  • nem todo câncer de próstata precisa de tratamento, já que alguns de progressão muito lenta podem ser apenas acompanhados.

Como é feita a vasectomia?

A vasectomia é outro procedimento realizado pelo urologista que traz dúvidas e receios entre os homens. É o método realizado para tornar o homem infértil, isto é, funciona como um contraceptivo cirúrgico.

É uma pequena cirurgia que interrompe a circulação dos espermatozoides produzidos pelo testículo para os canais deferentes, que os leva até a uretra. As duas extremidades são cortadas e amarradas, de forma que o sêmen produzido pelo homem fica sem espermatozoides.

O que muitos homens acreditam (e temem) é que o procedimento possa causar disfunções sexuais, tornando-os impotentes após a sua realização, mas essa crença é um mito! A vasectomia não pode causar impotência, pois os vasos sanguíneos e os nervos envolvidos na ereção peniana não estão implicados na realização do procedimento.

A vasectomia é considerada um procedimento simples que pode ser realizado no ambulatório, e o paciente tem alta no mesmo dia. Além disso, raramente está relacionada a complicações. O que o paciente sente, normalmente, é apenas um desconforto na região.

A consulta com urologista ainda é um dos maiores medos dos pacientes homens, mesmo nos dias de hoje. Buscar informações confiáveis é a melhor forma de entender o assunto e compreender a importância de um acompanhamento médico especializado para o homem.

Agora, que você sabe da importância da consulta com urologista, que tal acessar o nosso site e agendar a sua consulta?

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

    Would love to always get updated outstanding site! .

    Wollte Dir einfach mal in diesem Gaestebuch einen Gruss hinterlassen. 🙂 https://thoughtbeauty.com/whatsapp-dp/

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up