Saúde da Mulher

5 doenças do couro cabeludo que você precisa ficar de olho

maio 6, 2019
Tempo de leitura 3 min
Nada mais desconfortável que coceiras na região da cabeça, não é mesmo? Quando há descamação, então, nem se fala. Saiba que é preciso dar a devida atenção ao problema, pois esses são alguns dos principais sinais das doenças do couro cabeludo.
 
A boa notícia é que elas podem ser tratadas por um profissional especializado. Mesmo a psoríase, que é uma doença crônica, requer acompanhamento, sendo importante seguir as recomendações médicas para evitar a sua manifestação.
 
Neste post, conheça quais são as 5 doenças do couro cabeludo mais comuns!

1. Psoríase

A psoríase é uma doença crônica que atinge não apenas o couro cabeludo, mas também cotovelos e joelhos, entre outras partes do corpo. Sua causa está ligada à hereditariedade e ao sistema imunológico.
 
Quando a psoríase se manifesta, ocorre a formação de placas avermelhadas, que descamam, de contornos bem definidos. Ao contrário do que algumas pessoas imaginam, a doença não é contagiosa.

2. Foliculite

A relação das doenças do couro cabeludo inclui a foliculite, uma inflamação nos folículos pilosos cujos principais sintomas são pele avermelhada, coceira e pequenas bolhas de pus.
 
Em geral, a foliculite é causada pela bactéria Staphylococcus aureus (estafilococos), mas ela também pode ser de origem viral ou fúngica. A doença atinge todas as partes do corpo, exceto mucosas, palmas das mãos e plantas dos pés.

3. Dermatite seborreica

A dermatite seborreica ou seborreia é mais conhecida como caspa. Ela surge devido à mudança na produção de sebo pelas glândulas sebáceas, o que eleva a oleosidade do couro cabeludo.
 
Por isso, a região atingida fica avermelhada, em placas ou crostas, e muitas vezes há coceira e descamação. O desequilíbrio na produção de classes de bactérias e fungos também causa a dermatite seborreica.

4. Pitiríase

A lista de doenças do couro cabeludo engloba a pitiríase, uma micose de origem fúngica. Chamada também de tínea capilar, esse tipo de infecção causa coceira e descamação, além de queda temporária do cabelo, em alguns casos.
 
Os fungos causadores da pitiríase compõem a microbiota do couro cabeludo e são ativados devido a mudanças no pH da região, à sudorese em excesso e até mesmo ao estresse, entre outras razões.

5. Alopecia

A alopecia é um problema que provoca a queda de cabelo ou pelos. Ela pode aparecer por conta de doenças autoimunes e dermatites ou mesmo por fatores genéticos, além de ser uma resposta ao uso de determinados medicamentos, entre outras causas.
 
Devido à perda de grande quantidade de cabelo em algumas regiões, o couro cabeludo pode ficar à mostra. Isso também acontece em outras áreas do corpo afetadas que antes eram cobertas por pelos.
 
E então, aprendeu quais são as doenças do couro cabeludo que você precisa ficar de olho? Por fim, saiba que elas requerem tratamento, logo, é fundamental procurar um dermatologista para que sejam acompanhadas de perto. Sendo assim, os sintomas e o problema não devem ser ignorados.
 
Agora que você está a par das doenças do couro cabeludo, aproveite que chegou até aqui e acesse o site da PartMed para conhecer as diversas especialidades médicas que a empresa tem a oferecer!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up